Aviso


Os textos e imagens são da minha autoria. Os que retiro do domínio público estão identificados. Mas, em caso de lapso, não existindo intenção de violação dos direitos de autor, agradeço a informação, sendo desde logo, retirado.

sábado, 8 de dezembro de 2012

Acusação por homicídio negligente com culpa grosseira. Omissão de auxílio médico devido - INEM. MP





Acusação por homicídio negligente com culpa grosseira. Omissão de auxílio médico devido -  INEM. MP no DIAP de Lisboa.
O MP, na semana passada, requereu o julgamento em tribunal de três arguidos pela prática do crime de homicídio negligente com culpa grosseira, por omissão da assistência médica devida.
Os três arguidos são trabalhadores do INEM, que após terem sido contactados, pelos familiares da vítima, entenderam que o auxilio a prestar era indicar quem deveria prestar funções naquela situação – ligar para os bombeiros.
Só depois de um longo período, o serviço do INEM, entendeu que deveria transportar a vítima até ao hospital – Hospital de S. José. A vítima entrou as 22:00 horas no hospital.
O MP descreve a situação de dano desta forma «Veio a falecer às 22H30 em consequência, de acordo com o indiciado, do período de 1H30 de demora na intervenção médica pedida desde o início com urgência, que impediu a tomada dos procedimentos médico-cirúrgicos adequados, providencia que dependia das decisões de cada um dos arguidos e que foram omitidas, contrariamente aos respetivos deveres deontológicos e ao dever de respeito genérico pela vida humana».


Sem comentários:

Enviar um comentário